Utilização de cookies

Utilizamos pequenos arquivos de texto denominados cookies, primários e de terceiros, para fins de navegação, performance, funcionalidade e marketing. Ao pressionar “Aceitar” está a consentir no alojamento de cookies do nosso website no seu computador ou dispositivo móvel.

Saber mais

univex_noticias_kia.jpg

Kia atinge a sua quota de mercado mais alta de sempre na Europa

A Kia Motors registou um recorde nas vendas dos seus novos modelos híbridos e eléctricos na Europa durante o primeiro semestre de 2020, apesar do abrandamento geral do mercado que se sentiu nesta região. Com efeito, a marca registou um aumento da comercialização desses veículos na ordem dos 17,6% durante a primeira metade de 2020, em comparação com o período homólogo do ano anterior, o que perfaz um total de 44 894 unidades vendidas (face às 38.173 da primeira metade de 2019). Este número inclui a cada vez maior gama de grupos motopropulsores semi-híbridos (MHEV), híbridos paralelos (HEV), híbridos plug-in (PHEV) e 100% eléctricos (EV) da marca. O resultado é que, um em cada quatro automóveis (25,2%) vendidos atualmente pela Kia na Europa possuem motorizações electrificadas. De acordo com novos dados acabados de divulgar pela Associação Europeia de Construtores de Automóveis (ACEA)*, as vendas totais da marca neste continente durante o primeiro semestre do corrente ano diminuíram 33,5%, para as 178.392 unidades (consideravelmente menos do que o registo-recorde de 268 305 no período homólogo de 2019). No entanto, o reforço das vendas dos seus modelos electrificados aligeirou o prejuízo, levando a que a Kia reporte perdas inferiores à média europeia da indústria automóvel (que sofreu uma quebra de 39,5%). A quota de mercado da Kia na UE, EFTA e Reino Unido subiu assim dos 3,2% para os 3,5% nos primeiros seis meses de 2020, resultado nunca antes atingida pela marca.

Emilio Herrera, Chief Operating Officer da Kia Motors Europe, refere: “Apesar da perturbação provocada pela pandemia, continuamos a assistir a uma elevada procura pelos nossos modelos híbridos e eléctricos. Numa altura em que o setor automóvel começa a recuperar, a Kia revela-se assim com uma forte base para o aumento das vendas, principalmente no que se refere à sua gama de viaturas de baixas ou zero emissões. A implementação dos grupos motopropulsores “EcoDynamics+” numa grande parte da nossa gama de modelos compactos significará também a disponibilização, da nossa parte, de potência híbrida economizadora de combustível – e a preços acessíveis – à generalidade do público, pela primeira vez”.

Recorde de vendas nos modelos eléctricos e híbridos

Com os modelos eletrificados a serem responsáveis por um quarto de todos os registos de automóveis Kia na Europa, a marca viu as vendas das suas duas linhas de modelos 100% eléctricos aumentar 65% (para as 12.522 unidades). Com 8715 exemplares do e-Niro e 3.808 do e-Soul comercializados, os EV são agora responsáveis por 7% do total de vendas da marca na região (que inclui a UE, a EFTA e o RU), sendo que a procura por ambos os modelos continua a crescer. As vendas de modelos PHEV aumentaram 29,4% (para as 11.177 unidades) após a introdução do Ceed Sportswagon e XCeed híbridos plug-in (com lançamento previsto para outubro de 2020, em Portugal), registando-se igualmente um acréscimo na comercialização do Niro PHEV. Nos MHEV verificou-se também um cenário de crescimento, neste caso de nada menos de 181% (para os 8.389 veículos). Ao mesmo tempo, a tecnologia semi-híbrida “EcoDynamics+” foi recentemente introduzida na gama Ceed, esperando-se um consequente aumento de vendas, à semelhança do que aconteceu com o Sportage quando passou a ser dotado dessa mesma tecnologia.

Siga-nos no
Siga-nos no
Siga-nos no
Siga-nos no